WILTON JUNIOR/ESTADÃO - 16/02/2022
WILTON JUNIOR/ESTADÃO - 16/02/2022

Em Petrópolis, bombeiros encerram buscas por vítimas de desabamento no Morro da Oficina

Corporação anuncia que encerrou ‘lista dos 93 reclamados na área’; trabalhos prosseguem na Chácara Flora e em rios do município

Fernanda Nunes, O Estado de S.Paulo

27 de fevereiro de 2022 | 20h32

RIO - O Corpo de Bombeiros do Rio concluiu, na tarde deste domingo, 27, a busca por vítimas no Morro da Oficina, em Petrópolis, cidade atingida por um temporal há pouco mais de dez dias. Segundo a prefeitura, no local foram “comunicadas 93 vítimas fatais”. Até o início da noite deste domingo, a Polícia Civil registrou 229 óbitos em consequência da tragédia no município. Desse total, 136 eram mulheres, 93, homens, e 43, menores.

“Estamos acompanhando de perto todo esse trabalho e vamos seguir garantindo o suporte necessário para que os militares encontrem os que ainda estão desaparecidos no nosso município. Nossa prioridade são essas buscas e o atendimento a todas as pessoas afetadas”, destacou o prefeito Rubens Bomtempo, em nota.

Os militares seguem trabalhando na Chácara Flora, onde buscam por duas pessoas. Também e fazem varredura nos rios da cidade, onde estão desaparecidas três vítimas. Cerca de 230 bombeiros atuam na operação. 

A missão chegou a registrar mais de cem pontos de busca. Envolveu mais de 500 bombeiros fluminenses e  140 de outros Estados, além de mais de 50 cães farejadores.

“A corporação trabalha ininterruptamente, 24 horas por dia, desde a tarde do último dia 15, nas operações de busca e resgate de vítimas das fortes chuvas que atingiram Petrópolis, na Região Serrana. Vinte e quatro pessoas foram  resgatadas com vida pelos militares”, informa a nota do Corpo de Bombeiros.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.