Em pleno carnaval, Luma de Oliveira anuncia separação

Depois de desistir de estrear como madrinha da bateria da Mocidade por estar grávida, a modelo Luma de Oliveira anunciou que está se separando do marido, o empresário Eike Batista, com quem está casada há doze anos e tem dois filhos. O advogado de Luma, Michel Assef, disse que entrou com a ação de separação de corpos ontem. Ele tem um mês para preparar a ação de separação.Assef contou que o casal continua morando na luxuosa casa no bairro do Jardim Botânico, na zona sul do Rio, onde foram criados Thor, de 11 anos, e Olin, de 7. O irmão da modelo, Mem de Oliveira, acredita que os filhos ficarão com Luma, apesar de serem igualmente apegados ao pai.Otavio Magalhães/AEMem, que também é assessor de imprensa de Luma, contou que ela está "abalada, porém tranqüila". Ele não quis revelar a razão para o fim do casamento. "Eu não sei o que houve. Deve ser porque não está mais dando certo. Mas o que ama sofre e o que não ama sofre também", comentou. Ele afirmou ainda que não há relação entre a gravidez da irmã e a separação. Ao contrário, segundo ele, Luma teme que o momento conturbado prejudique a gestação, que está no terceiro mês.Episódios envolvendo a união de Luma e Eike já foram notícia em outros carnavais. Ela já desfilou com uma coleira com o nome dele, enfurecendo as feministas. Anos depois, apareceu num ensaio pré-carnavalesco com uma calcinha transparente, o que despertou a ira do marido contra os fotógrafos. Ciumento, Eike já cobriu ofertas da revista Playboy para que ela não voltasse a posar nua. O empresário, no entanto, sempre se mostrou orgulhoso da bela mulher, que só se apresenta em público em trajes mínimos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.