Em quatro meses, chuvas provocaram 18 mortes em SP

Com a morte de um suposto morador de rua em São Paulo no último sábado, 31, arrastado por uma enxurrada na Avenida Ibijaú, em Moema, na zona sul, chegou a 18 o número de vítimas fatais no Estado em decorrência de acidentes provocados pelas fortes chuvas, entre 1º de dezembro do ano passado e março deste ano. Além das mortes, 16 pessoas ficaram feridas. Os dados são da Operação Verão da Coordenadoria Estadual da Defesa Civil. No período, de 115 municípios paulistas castigados, 52 ficaram em situação de emergência. Em Analândia e Tapiratiba os prefeitos decretaram estado de calamidade pública. Em todo o Estado, 174 pessoas continuam desabrigadas, ou seja, dependem de abrigos dos municípios. Durante a operação, a Defesa chegou a contabilizar 657 desabrigados.

Agencia Estado,

02 Abril 2007 | 15h35

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.