Em reunião com prefeitos, Dilma destaca RDC para o PAC Mobilidade Médias Cidades

Programa prevê recursos de R$ 7 bilhões para municípios com população entre 250 e 700 mil habitantes

Eduardo Bresciani, O Estado de S.Paulo

19 de julho de 2012 | 12h21

No lançamento de um programa para obras de mobilidade em 75 municípios de médio porte, a presidente Dilma Rousseff destacou hoje a possibilidade de usar o Regime Diferenciado de Contratações (RDC), que permite a realização de licitações de modo flexibilizado. O programa prevê recursos de R$ 7 bilhões para municípios com população entre 250 e 700 mil habitantes.

"Nós alteramos vários procedimentos para acelerar as obras, queria lembrar que como é PAC, incide sobre essas obras todo aquele processo de simplificação que se caracterizou como RDC", destacou a presidente em breve pronunciamento na abertura da reunião com os prefeitos. Ela sancionou hoje a lei que estende as obras do PAC o novo regime de licitação.

A presidente afirmou que será dado prioridade aos projetos que estejam em "fase avançada de elaboração". O objetivo é permitir "resultados o mais rápido possível". Ela destacou que o programa vai gerar empregos e renda nos municípios e melhoria na vida dos habitantes dessa cidade.

"Queremos garantir transporte público coletivo de qualidade e melhorar a condição de vida das pessoas".

A reunião continua com a presença do ministro Aguinaldo Ribeiro (Cidades), Miriam Belchior (Planejamento) e Ideli Salvatti (Relações Institucionais). A imprensa, no entanto, foi retirada do local.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.