Em salão de casamento, uma triste coincidência

Uma triste coincidência. Dessa forma os funcionários do Iate Clube Icaraí, na zona sul de Niterói, definem o fato de uma família de sócios e dos noivos que se casaram no clube, no sábado, estarem no voo 447 da Air France. "Ficamos chocados. Estamos esperando o desenrolar dos fatos para fazer uma homenagem às famílias", disse o gerente do clube, que se identificou apenas como José Luiz.Diretor da TLW Transporte de Combustível, o engenheiro Francisco Valle mantinha um barco no clube havia cerca de três anos. Ele e a mulher, a arquiteta Maria de Fátima Brito, decidiram ir a Paris para encontrar a filha Juliana, que mora na China e acompanha o marido na capital francesa, onde ele está fazendo um curso. Eles presentearam ainda o filho, o empresário Paulo Brito Valle, e a nora, a psicóloga Luciana Clarkson Sebá, com a viagem.Filha única do médico Osvaldo Sebá e de Laís Clarkson, Luciana estava casada havia um ano e oito meses com Paulo Valle. "Ela trabalhou até sábado. Estava toda feliz porque ia fazer essa viagem. Todos estamos chocados", contou a secretária do clube, Meire Silva. Ontem, funcionários do Iate Clube Icaraí limpavam o salão de festas onde casaram a médica Bianca Machado Cotta e o advogado Carlos Eduardo Macário de Melo, que também estavam no avião. Painéis gigantes com fotografias dos noivos foram desmontados e as imagens, enviadas para as famílias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.