Rafael Mattei/Divulgação
Rafael Mattei/Divulgação

Em Salvador, Ivete arrasta multidão e Daniela Mercury canta para crianças

Ivete cantou sucessos da Banda Eva no circuito Dodô; Daniela Mercury contou a história da festa para pequenos foliões; Xanddy, do Harmonia do Samba, puxou o tradicional bloco As Muquiranas

Tiago Décimo, O Estado de S. Paulo

14 de fevereiro de 2015 | 19h22

SALVADOR - Foi cantando grandes sucessos de sua época como vocalista da Banda Eva, na década de 1990, que a cantora Ivete Sangalo deu início a sua participação nesta edição do carnaval de Salvador, arrastando uma multidão no Circuito Dodô (Barra-Ondina). 

No comando do Bloco Cerveja & Cia, a cantora se apresentou vestida com uma fantasia de "diva" - um vestido curto rosa cheio de paetês e penas - fazendo uma homenagem aos 30 anos da axé music. "Como cantora, faço parte deste movimento há 21 anos, mas como foliã já sacudia na barriga da minha mãe", brincou.  

Para os pequenos. Já a cantora Daniela Mercury interpretou um papel diferente na tarde deste sábado, 14. Na Vila Infantil montada na Praça do Campo Grande, no início do Circuito Osmar (Campo Grande) de desfiles de trios, Daniela contou a história do carnaval - desde o princípio até os dias atuais - para um grupo de crianças. 

A apresentação foi interativa: os menores que sabiam dançar os ritmos enumerados pela cantora, como samba-enredo, samba-de-roda, ijexá e frevo, eram chamados ao palco para se apresentar junto com dançarinos que acompanhavam a cantora.

"Desde pequenininha eu venho brincar o carnaval, há 34 anos tenho o privilégio de estar em cima do trio elétrico, posso contar essa história a elas (crianças) com os olhos de quem ama o carnaval", disse Daniela, madrinha da ideia de instalar um espaço de recreação infantil em pleno circuito da folia baiana. 

Alguns pais e outros adultos que também acompanhavam a apresentação, porém, foram repreendidos pela cantora, por não darem espaço para os menores. "Assim eles não conseguem dançar", comentou, ao pedir que os adultos se afastassem da área central da plateia. O apelo foi parcialmente atendido, mas não por muito tempo.  

Xanddy e As Muquiranas. Maior bloco de travestidos do carnaval de Salvador, o As Muquiranas iniciou no fim da tarde deste sábado, 14, sua participação de número 50 no Carnaval, levando cerca de 3 mil homens vestidos de baiana para o Circuito Osmar (Campo Grande). 

Sob o comando do cantor Xanddy, do Harmonia do Samba, também travestido de baiana, o bloco foi liberado pela Prefeitura para percorrer todo o trajeto do antigo circuito, retornando para a Praça do Campo Grande a partir da Praça Castro Alves, o que quase dobra a distância do desfile (de três para cinco quilômetros).



Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.