BILUKA/JORNALISMO DIGITAL
BILUKA/JORNALISMO DIGITAL

Em Santa Catarina, 19 cidades são atingidas por temporal de granizo

Em Canoinhas, ventos derrubaram árvores e postes; no município de Campo Erê, granizo atingiu cerca de mil residências 

ALINE TORRES, Especial para O Estado

08 Setembro 2015 | 18h40

FLORIANÓPOLIS - Dezenove cidades catarinenses foram atingidas por uma chuva de granizo na madrugada desta terça-feira, 8, de acordo com a Defesa Civil. As pedras de gelo caíram no Planalto Norte, Vale do Itajaí, Meio-Oeste e Oeste catarinense. 

Em Canoinhas, no norte, os fortes ventos derrubaram árvores e postes. O município de Campo Erê (635 km de Florianópolis) foi o mais afetado. A chuva de granizo atingiu cerca de mil residências e foi decretada situação de emergência. 

A população teme novos temporais na madrugada desta quarta. O Centro de Informações e Recursos Ambientais e de Hidrometeorologia de Santa Catarina lançou um alerta sobre a chegada de uma frente fria, que avança trazendo mais chuva, riscos de temporais, granizos e vendavais.

O Corpo de Bombeiros de Campo Erê realizou uma força-tarefa nesta manhã para distribuir lonas para as famílias que estão com as casas destelhadas. O prefeito Rudimar Borcione (PT) disse que as pedras de gelo eram maiores que ovos de galinha.

As cidades do norte, Mafra, Três Barras, Irineópolis e Bela Vista do Toldo, também foram atingidas por fortes rajadas de vento de até 90km/h. No oeste as mais atingidas pelo vendaval foram Santa Cecília, Xavantina, Iporã, Descanso e São Domingos. No Vale, Itajaí, e no sul, Pescaria Brava. 

A Defesa Civil ainda não conseguiu contabilizar os estragos nestes municípios, principalmente por causa do mau tempo.

Em Videira (408 km de Florianópolis), um casal de idosos foi resgatado de escombros. A casa localizada na beirada de uma ribanceira no bairro De Carlí desabou com a força da chuva. Eles estão hospitalizados, mas não há risco de mortes.

Mais conteúdo sobre:
Santa Catarina

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.