Em SC, 53 motoristas estrangeiros já receberam multa

Argentinos lideram o ranking dos estrangeiros mais multados, seguidos por paraguaios

Daniel Cardoso,

07 de janeiro de 2013 | 16h33

FLORIANÓPOLIS - A Polícia de Santa Catarina já multou 53 motoristas estrangeiros desde 20 de dezembro até a última sexta-feira, 4. O motivos mais comuns para as notificações são o excesso de velocidade acima de 20% do permitido, transitar abaixo da velocidade mínima e estacionar em locais proibidos. Os motoristas argentinos lideram o ranking dos mais multados. O segundo lugar ficou com os paraguaios e, empatados na terceira colocação, estão uruguaios e bolivianos.

As multas são emitidas principalmente em Florianópolis, Balneário Camboriú e Imbituba, destinos preferenciais de turistas sul-americanos no verão catarinense.

De acordo com a assessoria de comunicação do Detran-SC, o motorista multado só poderá deixar o país se pagar o débito. Por isso, é recomendado que o viajante consulte o site do Detran para checar se há alguma notificação pendente. Caso o estrangeiro consiga atravessar a fronteira sem ser barrado pela polícia, terá problemas ao retornar ao Brasil (quando todos os veículos são abordados). Só poderá ingressar no País veículos sem pendência com os órgãos de trânsito.

Até esta segunda-feira, 7, nenhuma multa emitida foi paga. O Detran acredita que isso ocorre porque os estrangeiros ainda estão em território nacional e não retornaram ao país de origem. A autuação de estrangeiros estava prevista no Código de Trânsito Brasileiro, mas começou a valer em Santa Catarina apenas em dezembro de 2012 graças a uma parceria entre as superintendências da Polícia Rodoviária Federal no Paraná e Rio Grande do Sul.

Tudo o que sabemos sobre:
Multaestrangeiros

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.