Em sete horas Grande São Paulo registra 12 mortes violentas

Na Capital ocorreram homicídios em bairros como Pirituba e Pereira Barreto (zona oeste), Jardim Míriam e Jardim Herculano (zona sul), Artur Alvim, Parque do Carmo e Jardim Popular (zona leste). Na Grande São Paulo foram registrados assassinatos no 7º Distrito Policial (DP) de Osasco, no 3º de Diadema, no 7º de Guarulhos e nos DPs Centrais de Carapicuíba e Itapecerica da Serra. Todos no período das 15h às 22h de ontem.Até o momento, nenhum dos autores destes 12 assassinatos foi localizado pela polícia. Entre as vítimas está o casal Luiz Nunes dos Santos, de 30 anos, e Magali Santos, de 34. Eles foram surpreendidos por dois homens armados dentro da própria casa, na Rua Luiz Piraça Sobrinho, nº 121, em Ermelino Matarazzo, região do Jardim Popular, na zona Leste. Um parente do casal, que estava na rua, testemunhou a invasão da casa, ouviu disparos e também presenciou a fuga dos bandidos. Luiz e Magali ainda foram socorridos e levados ao Hospital Alípio Correia Neto, onde morreram. O caso foi registrado no 62º Distrito Policial. A polícia acredita em "acerto de contas".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.