Em SP, toaletes têm de batom a engraxate

Boate oferece até maquiador e cabeleireiro de graça

Mônica Cardoso, O Estadao de S.Paulo

28 de abril de 2009 | 00h00

Maquiador, engraxate, cabeleireiro. Opções assim estão no "cardápio" de estabelecimentos de São Paulo: restaurantes, bares, shoppings. Todos querem agradar à clientela com mais que fio dental e enxaguantes bucais nos banheiros. Afinal, ninguém precisa carregar nécessaire a tiracolo.A bancária aposentada Mônica Tenório, de 53 anos, aprova quem oferece produtos de higiene. "É bastante útil, principalmente em um almoço de trabalho. Acredito que outros restaurantes também deveriam adotar essa prática." O restaurante elogiado por Mônica é o Jacaré Grill, na Vila Madalena, zona oeste. Ele oferece fio dental e enxaguante bucal em seus banheiros há quatro anos. "O paliteiro ainda fica na mesa, mas é só para pegar aperitivo", diz a proprietária do local, Cintia Camargo. A churrascaria Fogo de Chão também tem fio dental e enxaguante bucal nos banheiros. A medida foi trazida há três anos, espelhada nas filiais do grupo nos EUA. "Não há paliteiros nas mesas americanas. Se o cliente perguntar, o garçom indica os toaletes. Quando implantamos a ideia aqui, todos os clientes elogiaram", conta Jandir Talberto, diretor de Operações da rede no Brasil. "Acho que é uma boa ideia e um diferencial para o restaurante. No meu caso, ajuda bastante porque tenho reuniões de trabalho no almoço diariamente e daqui saio para visitar outros clientes", diz Carlos Eduardo Alberti, de 31 anos, executivo que frequenta a filial da churrascaria na Vila Olímpia, zona sul. Outros locais, como A Figueira Rubaiyat e a churrascaria Rodeio, também oferecem os itens para higiene bucal nos banheiros. O presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel-SP), Ricardo Bartoli, estima que 5% dos restaurantes paulistanos oferecem itens de higiene bucal nos banheiros, o que corresponde a quase 3 mil estabelecimentos. "Eu, por exemplo, ofereço fio dental e enxaguante bucal no meu restaurante, mas não acredito que a medida deva ser obrigatória. Isso iria onerar ainda mais os donos de pequenos estabelecimentos", avalia Bartoli. MIMOSNão são apenas os restaurantes que oferecem mimos aos clientes nos banheiros. Quase todos os shoppings dispõem de fraldários, espaços reservados onde as mães recebem fraldas e pomadas para cuidar dos pimpolhos. O Shopping Bourbon, na Pompeia, zona oeste, dispõe de um engraxate no banheiro masculino. O serviço funciona de segunda a sábado, das 12 às 20 horas. Em média, são atendidos 20 clientes por dia, principalmente no horário do almoço. O conceito de oferecer serviços diferenciados no chamado "toalete premium" já estava no projeto de construção do shopping e é um projeto da arquiteta Bya Barros. "Vim com a minha mulher ao shopping. Enquanto ela toma um café, aproveitei para engraxar os sapatos. É prático e rápido", diz o engenheiro Antonio Carlos Limongelli, de 53 anos. No banheiro feminino do shopping, as clientes dispõem de maquiagem e dos serviços de uma consultora de beleza. Quatro vezes por semana, ela orienta quais são os produtos mais adequados para cada tipo de pele. Quem trabalha no shopping também se torna freguês. "Antes de ir para o trabalho, dou uma passadinha no banheiro para me maquiar", conta a vendedora Marina Souza, de 23 anos, enquanto retoca o gloss. As clientes da casa noturna Pink Elephant, nos Jardins, zona sul, contam com a assistência de dois cabeleireiros e de um maquiador em um espaço ao lado do banheiro feminino. É possível lavar e secar as madeixas antes - ou depois - de encarar a pista. A maquiagem da marca Dior e os produtos para cabelo da L?anza são oferecidos gratuitamente. Todas as clientes podem dispor dos serviços, mas quando a procura é muito grande, são distribuídas senhas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.