Em todo País, 423 urnas tiveram de ser substituídas

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) informou nesta manhã que, até às 9h45min, já foram substituídas 423 urnas eletrônicas em todo o país. A maior parte das trocas ocorreu em São Paulo, onde foram substituídas 155 urnas. No Rio Grande do Sul, o número de urnas trocadas estava em 69. As trocas em Sergipe ficaram em 56. Apesar das trocas, o TSE informou que ainda não houve necessidade de realizar votação em cédulas de papel em nenhuma localidade. O total de urnas substituídas correspondia a 0,12% do total de 361.431 em atividade neste segundo turno das eleições de 2006. No primeiro turno, as trocas efetuadas até às 10 horas estavam em 109, 0,03% do total.No exterior, o segundo turno das eleições presidências já foi encerrado em nove países. A Nova Zelândia foi o lugar onde a votação terminou primeiro, às 2 horas da manhã do Brasil. Na Austrália e na Malásia, a eleição foi encerrada às 4 horas. No Japão e na Coréia, as urnas foram fechadas às 5 horas. O encerramento da votação na China, em Cingapura e nas Filipinas ocorreu às 6 horas. Na Indonésia, a eleição foi concluída às 7 horas. Às 11 horas, o diretor geral do TSE, Athayde Fontoura, e o secretário de Tecnologia da Informação, Giuseppe Janino, darão entrevista coletiva para falar sobre o andamento da votação neste segundo turno das eleições de 2006.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.