Em uma semana, penas somam R$ 15 mil

Em uma semana, penas somam R$ 15 mil

Após uma vitória no TSE, que multou nesta semana o presidente Luiz Inácio Lula da Silva em R$ 15 mil por campanha eleitoral antecipada, os partidos de oposição, PSDB, DEM e PPS, estudam novas representações. "O presidente Lula tem dado sucessivos exemplos de desobediência às leis eleitorais. Há mais de um ano anda o País inteiro fazendo campanha ilegal, paga com dinheiro público", criticou o presidente nacional do PSDB, senador Sérgio Guerra. Ontem, em nota, ele criticou o que considerou desrespeito por parte de Lula ao fazer piada com a multa aplicada pela Justiça. E Lula não está livre de outras punições. O TSE ainda precisa julgar três representações de partidos que sustentam que o presidente fez campanha antecipada em prol da candidatura da ministra Dilma Rousseff ao Palácio do Planalto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.