Em uma semana, SP tem 10 ataques a bancos e a caixas

Ontem, bandidos levaram R$ 30 mil de agência; em assalto a terminais eletrônicos roubaram R$ 78 mil

Camilla Haddad, O Estadao de S.Paulo

14 de março de 2009 | 00h00

Em apenas sete dias, a cidade de São Paulo registrou dez ataques a bancos e a caixas eletrônicos. Embora a Polícia Civil não informe números, levantamento da reportagem revela que 20 ocorrências já foram contabilizadas entre janeiro e a tarde de ontem. O titular da Delegacia de Roubo a Bancos, Ruy Ferraz Fontes, afirma, no entanto, que o dado deve ser inferior ao apurado no primeiro trimestre do ano passado.Mais dois casos assustaram a capital. Um bando de 8 homens, munidos de metralhadora, duas pistolas automáticas e uma arma de brinquedo, assaltou ontem a agência do Bradesco da Avenida Vital Brasil, no Butantã, zona oeste. Na noite de anteontem, em Capela do Socorro, zona sul, cinco homens armados roubaram R$ 78 mil de caixas eletrônicos, instalados em uma loja. O bando fugiu.A Polícia Militar conseguiu prender, em Taboão da Serra, três homens que assaltaram a agência do Butantã. De acordo com o capitão da PM, Adalberto Vasconcellos da Silva, Sandro Pinetti, de 33 anos, e Alder Próspero, de 24, levantaram suspeita por trafegar em alta velocidade. A PM deu sinal para que parassem o Corsa Wind. A dupla correu para um matagal. Houve tiroteio, sem feridos. Com eles, foram apreendidos R$ 30 mil. "Passaram o braço, fazendo a limpa nos caixas e até moedas caíram", afirmou o PM. A dupla estava com o armamento apreendido. O capitão explicou que, para fazer o roubo, os bandidos entraram pela porta giratória com a arma de brinquedo. A quadrilha dava apoio do lado de fora. O terceiro integrante, Carlos Ramos, de 32 anos, foi abordado numa moto. Ele tentou fugir a pé. Todos os três têm passagem. Pinetti já cumpriu pena por homicídio, formação de quadrilha e tráfico de drogas. Ramos tem passagem por assalto. Próspero cumpriu pena por homicídio e furto.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.