Em vídeo, Lula pede 'sacrifício' por Dilma

No site da campanha, gravação de apoio à petista apela para que militantes atuem na web

Felipe Recondo / BRASÍLIA, O Estado de S.Paulo

16 de agosto de 2010 | 00h00

No primeiro vídeo gravado para a campanha de Dilma Rousseff (PT), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva fez um apelo para que os eleitores se utilizem da internet para fazer propaganda para a candidata petista. A gravação foi divulgada ontem na internet, postado no site da campanha de Dilma.

Lula fala por 1min12s no vídeo de 1 min34s, gravado na biblioteca do Palácio da Alvorada. Diz que os eleitores devem se valer da internet para pulverizar materiais - textos, fotos e vídeos - em favor da candidata petista. O presidente afirma que esta é uma forma de democratizar as informações e permitir que o eleitor seja também formador de opinião.

"Esse é um momento histórico, e vocês fazem parte dele, ajudando a democratizar cada vez mais a informação em nosso país. Pois hoje cada internauta também é um formador de opinião", diz. "Por isso, continuem contribuindo com seus textos, fotos e vídeos e sejam protagonistas deste novo cenário, onde cada eleitor tem o poder e o direito de informar e ser informado", acrescenta.

Lula afirma que a dedicação dos internautas à campanha "exige sacrifícios", mas tenta estimular os eleitores a usar blogs, e-mails e redes sociais para contribuir com a campanha da petista. "Muitas vezes o trabalho é feito à noite ou de madrugada no pouco tempo livre que cada um dispõe para atuar nas redes sociais e em milhares de sites e blogs. O importante é que estamos todos unidos para fazer o Brasil seguir mudando com Dilma", diz o presidente. E conclui: "Boa luta, companheiros, e vamos eleger a Dilma a primeira mulher presidente do Brasil."

A propaganda feita pelos internautas não gera custos para a campanha e é uma forma de proliferar, gratuitamente, material da campanha de Dilma. Nos últimos segundos do vídeo publicado ontem são divulgados cinco endereços para que os internautas acompanhem as notícias da campanha no Twitter e cinco sites com informações da campanha.

Horário eleitoral. A partir de amanhã, Lula deve aparecer na propagada gratuita de TV ao lado de Dilma. Os marqueteiros da campanha apostarão na imagem de uma mulher guerreira para convencer os eleitores.

No sábado, a candidata encontrou o presidente no Palácio da Alvorada, onde foram feitas os primeiros vídeos para o horário eleitoral. Na última sexta-feira, Lula também gravou para a propaganda de Dilma em viagem oficial a Porto Velho (RO).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.