Em vídeo, suspeitos são obrigados por policiais a se beijar em Pernambuco

Filmagem teria acontecido em delegacia de Recife; governo investiga o caso

Estadão.com.br

03 de fevereiro de 2011 | 21h08

SÃO PAULO - Um vídeo em que dois homens detidos em Pernambuco são obrigados por policiais a se beijar está causando repercussão na internet. Nas imagens, os suspeitos se beijam três vezes e são chamados de "macacos", entre outros insultos. A filmagem - publicada no site YouTube em julho de 2010 - teria acontecido em uma delegacia de Recife. O governo de Pernambuco investiga o caso.

 

 

Hoje, o presidente da Comissão Nacional de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil, Jayme Asfora, enviou ofício ao secretário de Defesa Social de Pernambuco, Wilson Damásio. Com base no Artigo 14 da Lei Estadual 11.929/01, pediu que o Estado agilize a identificação da delegacia e dos agentes e o "afastamento preliminar e imediato dois policiais, antes mesmo da abertura do processo que vai apurar os fatos." Asfora avalia que a agressão aos direitos humanos foi "acintosa e brutal". Para ele, "houve requinte de crueldade."

 

(Com Damaris Giuliana, de O Estado de S. Paulo)

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.