Em visita a Salvador, executiva da Coca-Cola morre em hotel

Shelley De Villiers, de 42 anos, estava na cidade para acompanhar os jogos; equipe do Samu diagnosticou morte natural

Tiago Décimo , O Estado de S. Paulo

16 de junho de 2014 | 17h38

SALVADOR - A vice-presidente de Marketing da Coca-Cola no Japão, Shelley De Villiers, de 42 anos, morreu, na manhã desta segunda-feira, 16, no quarto no qual estava hospedada, sem acompanhantes, no Hotel Golden Tulip, no bairro do Rio Vermelho, em Salvador. 

Ela estava na cidade para acompanhar jogos da Copa do Mundo nesta semana e foi encontrada já sem vida por um funcionário do estabelecimento, na manhã desta segunda.

De acordo com informações da Delegacia de Proteção ao Turista(Deltur), que acompanha o caso, os médicos do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) que tentaram prestar os primeiros socorros a Shelley diagnosticaram morte natural. A primeira suspeita deles foi que ela tivesse sofrido um acidente vascular cerebral. Mais tarde, a Coca-Cola Brasil emitiu uma nota na qual informou que a vítima sofreu uma parada cardíaca.

Nascida em Johannesburgo, na África do Sul, Shelley trabalhava para a Coca-Cola desde 2003. Ela havia chegado a Salvador no fim de semana e, na noite deste domingo, postou fotografias do Pelourinho em sua página do Facebook. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.