Em visita ao Brasil, presidente mexicano deseja "boa sorte" para Lula

O presidente eleito do México, Felipe Calderón, desejou "boa sorte" para o presidente Luiz Inácio Lula da Silva no segundo turno das eleições brasileiras, no próximo dia 29. Os votos foram expressos durante um encontro de mais de uma hora entre Lula e Calderón, no Palácio do Planalto, na quinta-feira de manhã. Segundo Calderón, Lula tratou com entusiasmo as propostas para deslanchar as relações econômicas e comerciais entre o Brasil e o México, com a conclusão das negociações que estão em andamento.Estes acordos são para a redução nas tarifas de importação de lado a lado, para promover a cooperação entre a estatal Pemex e a Petrobrás e para estimular a transferência de tecnologia brasileira para a produção do etanol e do biodiesel no México. Questionado se mantinha expectativas de ver esses objetivos preservados na hipótese de derrota do presidente Lula e de vitória do candidato do PSDB, Geraldo Alckmin, Calderón esquivou-se diplomaticamente. "Sou muito respeitoso das decisões dos brasileiros e não opinarei sobre questões políticas internas", afirmou, em frente da Embaixada do México, em Brasília. "Simplesmente desejei sorte ao presidente Lula", completou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.