Em visita ao zoológico

Carta 19.534Em 12/2, fui com minha mulher ao zoológico, onde eu havia estado pela última vez no final dos anos 70. E por que o espaço dos leões é tão pequeno, comparado ao do urso, que até piscina tem? A leoa está obesa, os pêlos da barriga quase encostam no chão. O espaço do jacaré também é muito pequeno. NELSON ADERNE FILHOCapitalA Fund. Zoológico responde:"No dia 15/2, o Zoológico comemorou 50 anos de existência, tempo durante o qual já recebeu mais de 75 milhões de visitantes. Ficamos satisfeitos ao saber que 37 anos depois da sua primeira visita o sr. Nelson voltou ao zôo com sua mulher, o que demonstra o quanto nossos visitantes são fiéis à instituição, considerada uma das 10 mais importantes do mundo, seja pela estrutura e capacitação técnica, seja pelo cuidado com os animais. O leitor se mostra excelente observador ao notar a obesidade do animal que está em tratamento veterinário, devido a disfunção hormonal, que resultou no aumento de peso notado. No dia 12/2, ela estava no recinto para se exercitar, recomendação indicada tanto para os humanos como para os demais mamíferos. Em ref. aos recintos dos leões e dos jacarés, atendem à legislação federal (IN 004/IBAMA/4/3/02), que estabelece tipo de edificação e dimensões para os recintos. Estamos fazendo reforma e ampliação de recintos, e a área destinada aos jacarés sofrerá modificações importantes. Esperamos que o leitor nos visite novamente - mas que não demore tanto."PAULO BRESSANDiretor Presidente Carta 19.535Obras incompletasVolto a escrever para a coluna, já que as obras na Rua Pe. Antônio José dos Santos realmente começaram em novembro mas não foram concluídas. A Prefeitura reformou as calçadas das 4 ou 5 primeiras quadras próximas à Av. Luís Carlos Berrini, mas não chegou ao final da rua. Além disso, quando chove os bueiros entopem e formam-se imensas poças d?água. Na rua há estabelecimentos que fizeram estacionamentos irregulares, impedindo o trânsito de pedestres, que têm de andar pelo meio da rua. Onde está a fiscalização? E os alvarás para as construções irregulares?SÉRGIO FRIEDHEIMCapitalA Sub Pinheiros responde:"Conseguimos, em janeiro, recursos para aumentar a extensão do passeio que está sendo reformado. O trecho reformado, que ia da Luís Carlos Berrini à Rua Flórida, será expandido até a Av. Portugal, com previsão de final das obras agora em meados de março. Quanto aos bueiros, a manutenção é constante, e este ano já limpamos todos os bueiros duas vezes, sendo a última no dia 30/1. Em referência aos estacionamentos das lojas, a guia só ficará rebaixada onde existam 4,5 m para estacionar dentro do imóvel (espaço de uma vaga). Onde nãohá tal espaço as guias estão sendo levantadas, impossibilitando os estacionamentos irregulares."NILTON ELIAS NACHLESubprefeitoCarta 19.536Informação erradaEm 30/1, fui me rematricular na Nove de Julho (Uninove) e me disseram que a mensalidade de 30/11 ainda estava em aberto, mas ela foi paga no dia do vencimento. Levei o extrato de minha conta de novembro e dezembro, como prova do pagamento. Cheguei por volta das 15 hs, mas só fui atendida às 20h30. Pedi que mudassem a informação na hora, para eu poder me matricular à vista, com desconto, e o atendente informou que o cancelamento constaria no site em 40 minutos - mas hoje (31/1) ainda não liberaram. VANESSA RUIZCapitalA Uninove responde:"A aluna já fez a matrícula e está promovida para 2008."PATRÍCIA ABUD MONTEIRODiretora de MarketingA leitora informa que a matrícula com desconto foi liberada em 9/2. Concordo integralmente com as colocações do leitor Adroaldo Figueiredo (Reforma Tributária já, de 29/1), quando faz referência à matemática governamental que consegue transformar os 25% do ICMS em 33% nas contas de energia elétrica, amparado legalmente pela fórmula do Departamento Nacional de Águas e Energia Elétrica (DNAEE) e definida pelo Conselho de Política Fazendária. Fórmula e definição que fazem a proeza de tirar mais dinheiro do povo, como sempre acontece, com a anuência dos nossos representantes legais.GUSTAVO GUIMARÃES da VEIGAMorumbiCorrespondência para São Paulo Reclama: e-mails para spreclama.estado@grupoestado.com.br; cartas para Av. Eng.º Caetano Álvares, 55, 6.º, CEP 02598-900 ou fax 3856-2929, com nome, end., RG e tel., a/c de CECILIA THOMPSON, podendo ser resumidas a critério do jornal. Cartas sem esses dados não serão consideradas. As respostas não publicadas serão enviadas pelo correio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.