Embaixada dos EUA faz mutirão para emitir visto de brasileiros

Intenção é acelerar o processo para retirada do documento e chegar a emitir até 5 mil vistos por dia no País

Lisandra Paraguassú, de O Estado de S. Paulo,

07 Outubro 2008 | 16h03

A Embaixada norte-americana anunciou nesta terça-feira em Brasília um conjunto de medidas para combater a burocracia e as filas enfrentadas pelos brasileiros que desejam viajar para os Estados Unidos. Algumas medidas dependem de um acerto final, que está sendo negociado com o governo brasileiro, mas que são dadas como certas pela diplomacia dos EUA - como, por exemplo, a volta da validade dos vistos aos 10 anos que vigoraram até 2000. Hoje os vistos têm duração de no máximo cinco anos. Os vistos business (negócios) também passarão para 10 anos e com uma vantagem adicional: terão agregado automaticamente, o visto de turista.   Com as novas medidas, a intenção é diminuir o tempo de esperar e passar a emitir 5 mil vistos por dia nos consulados de São Paulo, Rio, Brasília e Recife. Atualmente, cerca de 3.500 vistos são emitidos. De acordo com a embaixada, a longo prazo, até 260 mil vistos serão emitidos por ano para brasileiros.   Outra medida importante: moradores das regiões Nordeste e Sul, que eram obrigados a se dirigir aos consulados do Rio e de São Paulo, respectivamente, agora podem escolher, na internet, qual consulado dos EUA está com menos fila e com melhor prazo de agendamento para entrar, on-line, com o processo de pedido de visto. Está em estudo, também, o pagamento da taxa de US$ 130 via DOC (Documento de Ordem de Crédito) e pela internet.   O Brasil é o quarto País a passar por esse programa de desburocratização. O programa já foi implantado nas embaixadas da China, Índia e México.   Para tirar visto de turista, os brasileiros precisam agendar uma entrevista, que tem custo de US$ 131 (o equivalente a R$ 288). Como parte do mutirão, a embaixada investiu cerca de US$ 7 milhões e contratou funcionários extra. Para saber o tempo de espera para emitir o documento, é possível acessar o site da embaixada.   Como obter o visto:   - A entrevista, obrigatória, pode ser marcada a partir de agora em qualquer um dos quatro consulados americanos: São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro ou Recife   - Na página consular na internet o interessado pode verificar qual o período de espera para o agendamento nos quatro consulados. Sugere-se procurar o consulado pelo menos três meses antes da viagem   - O primeiro passo é pagar uma taxa de R$ 38. Essa taxa dá direito uma senha para ter acesso a informações sobre os documentos necessários e para agendar a entrevista obrigatória.   - Uma mesma senha permite o agendamento para até cinco pessoas da mesma família, mas apenas uma vez. Em caso de remarcação, deve ser paga uma nova senha   - Depois do agendamento é preciso pagar pelo visto, que custa US$ 131. O pagamento pode ser feito, por enquanto, em qualquer agência do Citibank ou no próprio consulado, no dia da entrevista. O pagamento prévio, no entanto, permite um processo mais rápido no consulado   - Crianças até 14 anos precisam do visto, mas não precisam comparecer pessoalmente para a entrevista. O documento é emitido junto com o dos pais   - Os vistos são válidos por cinco anos e é necessário que o passaporte tenha ainda pelo menos seis meses de validade.   Endereços dos consulados dos EUA no Brasil:   Embaixada dos EUA em Brasília SES, Av. das Nações, Quadra 801, Lote 03 70403-900 - Brasília, DF Tel: 55 61 3312-7364   Consulado Geral dos EUA em São Paulo Rua Henri Dunant, 500, Chácara Santo Antônio 04709-110 – São Paulo- SP Tel: (11) 5186-7237   Consulado Geral dos EUA no Rio de Janeiro Av. Presidente Wilson, 147 – Centro 20030-020 – Rio de Janeiro, RJ Tel: (21) 3823-21-69 / (21) 3823-2119   Consulado dos EUA em Recife Rua Gonçalves Maia, 163 Boa Vista 50070-060 - Recife, PE Tel: (81) 3416-3063   Texto ampliado às 16h37 para acréscimo de informações.

Mais conteúdo sobre:
visto embaixada dos eua imigração

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.