Embraer ajudará na investigação de acidente com Brasília

O vice-presidente executivo corporativo e de relações com investidores da Embraer, Antonio Luiz Pizarro Manso, disse ao final de uma teleconferência sobre o balanço trimestral que a companhia está consternada com o acidente ocorrido, no último dia 14, próximo à cidade de Manaus, com uma aeronave Brasília, de sua fabricação. O avião, de prefixo PT-WRO, era de propriedade da Rico Linhas Aéreas. Em comunicado ao mercado, a Embraer disse ter colocado uma equipe especializada à disposição das autoridades competentes para auxiliar no esclarecimento das causas do acidente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.