Empresa citada no escândalo do DF é condenada

BRASÍLIA

Mariângela Gallucci, O Estado de S.Paulo

10 Novembro 2010 | 00h00

O juiz Alvaro Ciarlini, da 2.ª Vara da Fazenda Pública do Distrito Federal, condenou a Linknet Tecnologia e Telecomunicações a devolver R$ 35 milhões aos cofres públicos. A empresa foi investigada na Operação Caixa de Pandora, que apurou suposto esquema de propinas no governo do DF. O então governador, José Roberto Arruda, foi preso e renunciou ao mandato.

Ciarlini concluiu que era nulo contrato entre a Linknet e o governo distrital. Para o Ministério Público, a contratação da empresa foi direcionada e houve até falsificação de documentos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.