Empresa de transporte público terá que pagar R$ 125 mil após atropelamento

Veículo de transporte coletivo estava a 125 km/h, em via urbana com velocidade incompatível

09 Abril 2012 | 11h17

São Paulo, 9 - Uma empresa de transporte público do Amapá foi condenada a pagar R$ 125 mil por danos morais à mãe de Fábio Júnior Costa da Silva, de 24 anos, atropelado em 22 de dezembro de 2010, segundo informações do Tribunal de Justiça do estado. O veículo de transporte coletivo estava a 125 km/h, que era incompatível com o trânsito na via urbana da cidade.

O Tribunal de Justiça determinou no último dia 26 de março, também, que a empresa irá pagar, a título de reparação por danos morais, o equivalente a um terço do salário mínimo até a data na qual a vítima completaria 65 anos de idade.

A empresa sustentou o argumento de que a vítima teria atravessado a via preferencial sem respeitar as sinalizações, mas o excesso de velocidade do ônibus acabou sendo registrado pelo tacógrafo - registrador de velocidade e tempo - o que determinou, conforme o Juiz titular da 2ª Vara Cível, Mário Eusébio Mazurek, ser relevante para a ocorrência do acident

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.