Empresária atropela seis pessoas em Jaú e acaba presa

A empresária Walterez Macacari, de 52 anos, esposa do proprietário da empresa Auto Ônibus Macacari, foi presa, no final da tarde de terça-feira, 3, após atropelar seis pessoas na Rua Major Prado, uma das principais vias do centro de Jaú, região central do Estado de São Paulo. Eram 16h30 quando a empresária, que seguia em sua picape Mitsubishi Pajero, atingiu a traseira de um Fusca. Para fugir, a mulher deu marcha ré e saiu na contramão, atropelando seis pessoas que saíam de uma igreja. A aposentada Valdete Schamariconi, de 66 anos, foi atropelada na calçada e morreu no local. Outras cinco pessoas, entre elas o aposentado Adelmo Pataro, de 77 anos, foram levadas pelos bombeiros para a Santa Casa de Misericórdia de Jaú. Com fraturas no tórax e no crânio, Adelmo acabou morrendo. As outras quatro vítimas, cujos nomes não foram fornecidos nem pela polícia nem pelo hospital, seguem internadas com fraturas na bacia e nas costelas. Antes de parar, a empresária ainda bateu contra uma árvore, atingiu dois carros que estavam estacionados e um muro do outro lado da rua. Walterez foi detida e indiciada por homicídio culposo (quando não há intenção de matar). Se pagar fiança de R$ 4,5 mil, a empresária será liberada para responder judicialmente em liberdade.

Agencia Estado,

04 Abril 2007 | 04h08

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.