Empresária é baleada em tentativa de seqüestro em Jundiaí

A empresária do setor de transporte de cargas de Jundiaí, a 60 quilômetros de São Paulo, Catarina Simonetti, de 36 anos, levou um tiro de fuzil, de fabricação israelense, de uso exclusivo do Exército, hoje pela manhã, na Rodovia Tancredo Neves (Estrada Velha São Paulo - Campinas), durante tentativa de seqüestro. A mulher teve a sua Toyota Hilux fechada por um Vectra, placas CXM 3760, de Santos, com três homens armados e está internada em estado grave.Catarina, segundo testemunhas, tentou fugir, jogando o veículo contra os seqüestradores. Ao bater no Vectra, transeuntes pararam para socorrê-la, achando que se tratava de acidente. Os bandidos fugiram em outra Hilux, que dava apoio. O tenente Genésio Araújo Jr, da Polícia Rodoviária, montou bloqueios na estrada. Essa é a segunda mulher baleada nessa semana no trânsito de Jundiaí. A primeira morreu em tentativa de assalto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.