Empresário assassinado a sangue frio quando saía do trabalho

O empresário Benedito Nerley Brandão, de 64 anos, dono de uma indústria que trabalha com amido, foi morto, a tiros, por volta das 18 horas de terça-feira, quando saía da empresa, localizada na altura do nº 188 da Rua Gama Cerqueira, no Cambuci, zona sul da capital paulista.O autor dos dois disparos, segundo a esposa da vítima, que testemunhou a morte do marido, é um homem branco, baixo e forte. No momento em que se dirigia até o carro, um Toyota Corolla prata, placas DMM 5648/SP, onde a esposa, Marilene Ramos Brandão, o esperava, Benedito foi surpreendido pelo assassino. Segundo o que a polícia apurou, o desconhecido, que não teria anunciado assalto e atirou sem nada falar, estava em um bar em frente à empresa, onde tombou duas garrafas de coca-cola e esperou pela saída do empresário para matá-lo. Com o retrato falado que será feito do assassino e das digitais deixadas no copo e nas garrafas, a polícia espera deter o autor do crime. O caso foi registrado no 06º Distrito Policial, do Cambuci, pelo delegado Fábio Matsuo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.