Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Empresário atropela e mata ladrão após roubo

O empresário L.H.W., de 34 anos, viu o ladrão ultrapassá-lo em uma motocicleta e apontar-lhe a arma, um revólver calibre 38. "Só tive tempo de abaixar a cabeça e acelerar o carro para fugir." Seu Audi A-3 bateu na Honda CG-125 e prensou o assaltante contra o muro de uma casa, matando-o.Com o acusado, Cristiano Rocha Queiroz, de 25 anos, a polícia apreendeu o notebook que ele havia acabado de roubar do empresário, dois telefones celulares e o revólver.O crime ocorreu nesta quarta-feira, às 18h45, na Rua Guaraiuna, no Brooklin, na zona sul de São Paulo. O empresário, proprietário de uma empresa de informática, havia deixado um cliente e se dirigia ao seu escritório, naquele bairro.Ao parar em um semáforo, o bandido emparelhou sua moto e mandou L.H.W, que pediu que não fosse identificado por medo de represálias, descer do Audi. Ordenou ainda ao empresário que abrisse o porta-malas do carro e lhe passasse o notebook. "Não sei como ele sabia que eu estava transportando o computador." O empresário obedeceu.O ladrão não quis seu telefone celular nem sua carteira. Apanhou o notebook e mandou L.H.W. entrar no carro e seguir como se nada tivesse acontecido. O empresário afirmou que entrou no carro.O assaltante ultrapassou-o e apontou o revólver para ele. L.H.W. achou que o ladrão ia atirar. Disse que só pensou em sair dali, que abaixou a cabeça e acelerou. "Se ficasse parado, eu seria um alvo muito mais fácil. Não tive a intenção de atropelá-lo."Após a batida, o empresário saiu do carro e correu, pensando que o ladrão viria matá-lo por causa do acidente. "As pessoas que estavam no lugar é que me avisaram que o assaltante estava debaixo do carro."A polícia chegou e apreendeu a arma. O 96º Distrito Policial registrou o caso como um roubo seguido de homicídio culposo causado em acidente de trânsito e vai apurá-lo em inquérito.

Agencia Estado,

22 de novembro de 2002 | 22h36

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.