Empresário é assassinado com seis tiros em Piracicaba

O empresário André Luiz de Souza, de 47 anos, que atua no ramo imobiliário, foi assassinado com pelo menos seis tiros em frente ao seu escritório, no Bairro Alto, em Piracicaba. O crime aconteceu na quinta-feira à noite. Nada foi roubado, e o assassino fugiu em uma bicicleta. Ninguém havia sido detido até o início da noite desta sexta. Souza sofreu uma tentativa de assassinato há cinco anos.Segundo testemunha, o empresário deixava o escritório, por volta das 19 horas, quando um homem se aproximou e fez os disparos. Fugiu de bicicleta pela contramão. A arma usada pelo criminoso foi uma pistola nove milímetros. Souza tinha um revólver dentro da valise que carregava, mas não chegou a utilizá-lo.Em agosto de 2001, o empresário recebeu dois tiros, no peito e no ombro, de um homem que estava na garupa de uma moto, também em frente ao seu escritório. Souza estava com a mulher e uma filha bebê, que não foram feridos. A ex-mulher dele, um empresário e outras três pessoas foram presos acusados pela tentativa de assassinato.O empresário e a ex-mulher, suspeitos de serem mandantes do crime, e os outros três, que seriam os executores, aguardam julgamento. O empresário obteve habeas-corpus e foi solto na semana passada. A ex-mulher continua detida. O caso teve grande repercussão. O Ministério Público apontou indícios de que a tentativa de homicídio em 2001 havia sido motivada porque Souza conseguiu, na Justiça, assumir o controle das empresas que administrava. Ele tinha 1% de ações e passou a ter 50% com a decisão judicial. O assassinato foi gravado por um circuito de câmeras em frente ao escritório. As imagens estão sendo analisadas pela polícia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.