Empresário é assassinado na frente das filhas em Santos

O empresário Antonio Marganelli, de 43 anos, foi assassinado na quinta-feira, 11, em Santos, na Baixada Santista, na frente de suas filhas, de 10 e 12 anos. Marganelli foi atingido por um disparo na cabeça quando estava dentro de seu carro, na frente de um condomínio de classe média alta, onde suas filhas moram com a sua ex-mulher, Maria Célia Venâncio, de 49 anos.O crime ocorreu às 18h30 no tranqüilo bairro da Pompéia, à luz do sol. Além das crianças, duas outras pessoas teriam presenciado o crime e uma delas viu o criminoso fugindo em uma motocicleta. Nada chegou a ser roubado e o bandido teria atirado no empresário ao mesmo tempo em que dizia "é um assalto".De acordo com o delegado que preside o inquérito, Luiz Eduardo Fiore Maia, a polícia está investigando não apenas a possibilidade de roubo seguido de morte. "Vamos verificar também se haviam problemas familiares ou profissionais na vida da vítima", disse o delegado.Fiore explicou que já tem uma pista para identificar o autor do disparo: o RG de um rapaz preso anteriormente por porte de entorpecente foi encontrado nas imediações. O suspeito não é da cidade, hospedou-se em um albergue e não retornou ao local.Antonio Marganelli é sócio-proprietário da empreiteira Latina, de Praia Grande. Ele chegou a ser encaminhado ao Pronto-Socorro Central de Santos, mas não resistiu aos ferimentos e morreu em seguida.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.