Empresário é solto após 21 dias de cativeiro na zona leste

Dois homens foram presos na noite desta segunda-feira, na zona leste da capital paulista por agentes da Divisão Anti-Seqüestro (DAS), que estouraram um cativeiro e libertaram o empresário Francisco Manuel Fonseca, de 61 anos, dono de uma fábrica de blocos. Foram 21 dias nas mãos dos criminosos.Segundo a polícia, o empresário, que foi levado na manhã do dia 27 de novembro da porta de sua empresa, ficou amarrado quase o tempo todo, deitado sobre um fino colchão, alimentando-se muito mal e urinando em uma garrafa. No momento em que foi solto das mãos dos seqüestradores, Francisco encontrava-se muito debilitado.Os agentes da DAS conseguiram localizar o cativeiro, montado numa casa na Rua dos Escoteiros, em Itaquera, após uma testemunha ir até o 59º Distrito Policial, dos Jardim dos Ipês, e afirmar que tinha informações sobre um seqüestro em andamento.A dupla que tomava conta do empresário foi presa no próprio cativeiro. Desde o primeiro dia de seqüestro, os criminosos mantiveram contato com a família da vítima. A polícia não passou mais detalhes sobre o caso.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.