Empresário libertado depois de 16 dias de seqüestro

Um empresário de Campinas foi libertado de um seqüestro depois de permanecer 16 dias em cativeiro. Houve pagamento de resgate, mas a polícia não divulgou o valor. Osseqüestradores deixaram a vítima na Rodovia Anhangüera, em Jundiaí, no início da madrugada de ontem. A Delegacia Anti-Seqüestros de Campinas (Deas) informou hoje não dispor de informações sobre o caso porque a vítima estava muito abalada e ainda não havia feito seu depoimento. O seqüestrado é dono de um depósito de sucatas em Campinas e foi levado por quatro homens armados no último dia 26 de março, logo pós ter chegado ao local. Os bandidos abandonaram o carro usado na ação próximo à empresa e seguiram comoutro automóvel para o cativeiro. O veículo abandonado era roubado. Segundo a polícia, o comerciante não sofreu agressões físicas. A Deas não divulgou informações sobre o caso nem se há outros seqüestros em andamento na região. Este foi o primeiroseqüestro ocorrido em Campinas este ano. No ano passado, a delegacia registrou 13 casos na região, todos solucionados,conforme a Deas. Em 2002, foram 23 casos na região de Campinas registrados na delegacia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.