Empresário morre em queda de asa delta em MG

O corpo do empresário Márcio Calais da Costa, de 37 anos, desaparecido desde as 14h de ontem, foi encontrado hoje pela manhã, na Serra da Moeda, a 65 quilômetros da capital mineira. Calais era considerado o melhor piloto de asa delta de MG e ocupava o sétimo lugar no ranking nacional. Ele iria representar o Brasil no Mundial da Espanha, em julho. Homens do Corpo de Bombeiros localizaram o corpo por volta das 6h, a oito quilômetros da pista de decolagem. Calais usava uma asa delta nova e era a terceira vez que voava com o equipamento. Até o início da tarde de hoje o corpo não havia sido removido. "Acreditamos que ele pode ter sido atingido por uma rajada de vento muito forte, que aremessou a asa contra a serra", disse César Alves Borges e Melo, amigo do piloto e presidente do Clube de Vôo Livre de Belo Horizonte. A perícia vai definir as causas do acidente. Empresário na capital mineira Márcio Calais era casado e tinha dois filhos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.