E. Wayne Ross
E. Wayne Ross

Empresários de SP ficaram feridos em acidente de balão na Turquia

Casal está internado. O empresário Fabiano Faria Santo, filho das vítimas, vai embarcar para a Turquia no fim da tarde para tentar descobrir onde estão internados

Tiago Dantas, O Estado de S. Paulo

20 Maio 2013 | 12h39

SÃO PAULO - O empresário paulistano Fabiano Faria Santo pretende embarcar para a Turquia no fim da tarde desta segunda-feira, 20, para buscar informações sobre seus pais, que se acidentaram numa queda de balão na Capadócia e estariam recebendo atendimento médico no local. Santo não sabe ainda o nome do hospital nem a cidade onde os pais estão.

O casal Wagner Ferreira Santo, de 59 anos, e Rosana Faria Santo, de 58, também empresários, viajou na semana passada para a Turquia. Durante a manhã, o empresário foi informado pela Embaixada Brasileira na Turquia que eles estavam no balão que se acidentou. Wagner foi levado a um hospital pois teve uma fratura nas pernas, de acordo com o que disse o funcionário da Embaixada.

Rosana estaria em outro hospital. "Tudo o que sei é que eles estavam no balão que bateu. Consegui falar no hospital e disseram que minha mãe está passando por operação. Mas não sei mais nada. Comprei a passagem para a Capadócia e lá vou tentar descobrir mais informações sobre o que aconteceu. Eles devem estar em hospitais por ali", afirmou Santo, que trabalha no ramo imobiliário.

O empresário afirmou, ainda, que a agência de viagens contratada pelos pais está dando apoio aos familiares das vítimas. O acidente aconteceu às 6h desta segunda, 20, no horário local (23h de domingo em Brasília). Dois balões de passageiros se chocaram. Um deles caiu. Segundo a Embaixada do Brasil em Ancara, 25 pessoas - 24 turistas e o piloto - estavam a bordo do balão que caiu.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.