Empresários do Rio assinam documento em defesa da ordem pública

Lideranças empresariais do comércio e da indústria do Rio assinaram, nesta segunda-feira, junto com a governadora do Estado do Rio de Janeiro, Benedita da Silva, o documento ?Em Defesa da Ordem Pública e do Estado Democrático de Direito?, em que manifestam indignação e repúdio à ação ocorrida nesta segunda-feira que levou ao fechamento de estabelecimentos comerciais em diferentes bairros da cidade do Rio de Janeiro e de outros municípios metropolitanos do Estado.?Associados na defesa do interesse público e do processo democrático, as entidades representativas do comércio e da indústria e o governo do Estado comungam do entendimento que a ação sem motivação evidente e visivelmente orquestrada é uma reação à eficiência da política de segurança pública?, diz nota da Associação Comercial do Rio de Janeiro (ACRJ).Os empresários que assinaram o documento foram o presidente em exercício da Associação Comercial do Rio de Janeiro (ACRJ), Walter Machado; o presidente da Fecomércio, Orlando Diniz; o presidente em exercício e o vice-presidente executivo da Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan), Ricardo Haddad e Luiz Chor (respectivamente); e o diretor-superintendente da ACRJ, Bernardo Horta.?A ACRJ, a Fecomércio e a Firjan, bem como o governo do Estado do Rio de Janeiro, mantêm-se unidos na defesa da ordem pública, da tranqüilidade da população e do Estado Democrático de Direito?, diz a nota da associação. As três entidades se reúnem, nesta terça, a partir das 9h, com a área de inteligência da polícia e com a Secretaria Estadual de Segurança Pública.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.