Empresas deixam a desejar em atendimento

Ranking Popular, no site da Anac, revela as opiniões dos passageiros

Paulo Darcie, O Estadao de S.Paulo

26 de junho de 2009 | 00h00

Quem viaja de avião no Brasil pode, desde o mês passado, avaliar o serviço e ajudar os próximos passageiros na escolha da companhia aérea que melhor atenda às necessidades dos consumidores. Em maio, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) criou, em seu site, espaço para que passageiros deem notas em 11 quesitos, incluindo serviço de bordo, conforto dos aviões e pontualidade. Os resultados formam o Ranking Popular da Aviação.O levantamento toma por base o modelo de sites de reserva de hotéis do exterior, que exibem notas e comentários dos usuários sobre os estabelecimentos. Segundo o chefe da Assessoria de Comunicação da Anac, Paulo Henrique de Noronha, são feitas cerca de dez avaliações por dia. A agência só considera classificadas as companhias com mais de cem avaliações, que, até ontem, eram apenas a Azul, com média 7,40 em 112 avaliações, TAM, com nota 6,10 e 292 avaliações, e Gol/Varig, com 5,85, num total de 312 notas."Cada quesito pode ser mais importante para um perfil. Pessoas com deficiência física podem escolher a companhia por sua avaliação no atendimento a necessidades especiais", exemplifica Noronha. "Quem vai fazer viagem mais longa pode valorizar mais o conforto da poltrona", observa.A TAM, por intermédio de sua Assessoria de Imprensa, considera o ranking espaço democrático para a expressão do público, mas ressalta que a enquete pode causar algumas distorções, que precisam ser levadas em conta pelos passageiros. A Gol afirma que qualquer iniciativa de avaliação isenta é positiva. Para o diretor executivo da OceanAir, Renato Pascowitch, esse levantamento mostra o que a companhia tem a oferecer, além do preço, e ressalta seu benefício para o mercado. "O passageiro pode perceber que as menores são bem avaliadas e passar a ter confiança nelas."O ranking faz parte do Espaço do Passageiro, um projeto do site da Anac, que, segundo Noronha, deve abrigar, até o fim do ano, um fórum onde os usuários poderão dar suas opiniões, páginas com informações sobre as companhias, os atrasos de cada uma e avaliação de aeroportos. As empresas aéreas também podem tirar benefícios. "Elas fazem pesquisas, mas essa é mais uma ferramenta para diagnosticar onde precisam melhorar", afirma Noronha, da Anac.DESEMPENHODentre as cinco companhias com mais avaliações em voos domésticos, quatro vêm tendo no quesito "atendimento a reclamações" seu pior desempenho. A Gol tem sua pior nota em "serviço de bordo", mas afirma que vem fazendo esforços nesse sentido.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.