Emurb vai rever nova sinalização das ruas de São Paulo

Na Praça Clóvis/minha carteira foi batida/tinha 25 cruzeiros/e o seu retrato. O samba de Paulo Vanzolini, gravado por Chico Buarque e Beth Carvalho, não deixa dúvidas sobre qual é o nome popular da Praça Clóvis Beviláqua, localizada no Centro de São Paulo. Pois o tradicional ?Praça Clóvis? foi mudado para ?C. Beviláqua? na nova sinalização de ruas da Cidade. A abreviação é resultado do novo projeto visual das placas, que começou a ser implantado no final de janeiro deste ano a um custo de R$ 5,7 milhões. Ele inclui uma palavra curta, escrita em letras grandes, como informação principal. É possível enxergar esse apelido a até 100 metros de distância da placa. Abaixo, em letras menores, aparece o endereço completo. Dúvidas No caso de nomes pequenos, o benefício é claro. Uma placa com as palavras Sé ou Direita em letras grandes ajuda na identificação do local sem causar dúvidas. Mas nomes extensos como Venceslau Brás e Benjamin Constant, por exemplo, precisam ser resumidos. É aí que nasce a confusão. Apelidos como V. Brás e J. Mendes nada significam para as pessoas. Na própria Praça Clóvis, era difícil encontrar alguém que identificasse o significado de C. Beviláqua. ?Esse nome não quer dizer nada para mim, e olha que conheço bem o Centro?, afirma a psicóloga Maria Alcântara. ?Reconhecer o que está na placa depende da pressa e do modo como o nome é escrito. Do jeito que está não dá?, acredita. ?Se a pessoa está com pressa dá para confundir sim. Quem não conhece o lugar, então, vai ter bastante dificuldade?, observa o estudante Marcos Willians Ribeiro. Luís Eduardo Brettas, gerente de paisagem urbana da Empresa Municipal de Urbanização (Emurb), reconhece o problema. ?Estamos passando por uma redescoberta da identificação das ruas da Cidade?, afirma. Brettas acrescenta ainda que a própria Emurb tem dúvidas em alguns lugares, e, por isso, vai ajustar os nomes de acordo com a reação da população. Duas trocas vão acontecer nesta segunda-feira (26). A Rua Líbero Badaró, que tinha sido transformada em L. Badaró, vai ganhar o nome de Líbero. Já a Rua Dr. Falcão Filho vai mudar de F. Filho para Dr. Falcão.

Agencia Estado,

25 Fevereiro 2007 | 10h01

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.