Encontrada a base da caixa-preta do Boeing da Gol

A Força Aérea Brasileira (FAB) encontrou a base da caixa-preta do Boeing 737-800 da Gol que caiu no dia 29 de setembro, no norte do Mato Grosso. A peça pode indicar que o cilindro que registra a comunicação de voz dos pilotos - peça importante para a investigação da causa do acidente - esteja próximo ao local onde foi encontrada a base. De acordo com a assessoria de imprensa do Comando da Aeronáutica, as buscas pelo cilindro foram intensificadas na região onde a base da caixa-preta foi encontrada na sexta-feira. Além do cilindro de voz, ainda não foram localizados os corpos de quatro vítimas. O conteúdo das caixas-pretas do Boeing 737-800, e do jato Legacy, da ExcelAir, já foi transferido para os computadores do Conselho de Segurança dos Transportes do Canadá, em Ottawa. As caixas-pretas chegaram do Brasil na quinta-feira, levadas pelo coronel Rufino Antônio da Silva Ferreira, presidente da comissão que investiga a tragédia do vôo 1907. Segundo a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), a decisão de enviar as caixas-pretas para Ottawa foi tomada porque o Canadá é considerado país neutro. Pelo fato de o Boing e o Legacy serem novos, as caixas-pretas são equipadas com discos rígidos semelhantes aos de um computador, o que agiliza a transferência de dados.Com a queda do avião as 154 pessoas que estavam a bordo morreram. O acidente foi provocado por uma colisão, em pleno vôo, entre o Boeing da Gol com o jato Legacy. Os ocupantes do jato não se feriram. O Instituto de Medicina Legal (IML) já identificou 148 vítimas das 154 mortas no acidente.

Agencia Estado,

14 de outubro de 2006 | 21h13

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.