Encontrada caixa-preta do avião que caiu na Amazônia

A caixa-preta do avião Brasília prefixo PT-WRO, que caiu ontem em Manaus, foi encontrada pelas equipes de salvamento do Corpo de Bombeiros do Amazonas na selva. Ela foi levada para o Serviço de Proteção ao Vôo, do Departamento de Aviação Civil (DAC). Segundo técnicos da Infraero, a leitura leva cerca de 30 dias. O avião de passageiros caiu na selva ao se aproximar da cidade de Manaus, matando os 30 passageiros e três tripulantes. A aeronave havia desaparecido do radar por volta das 18h30 de sexta-feira, a caminho aeroporto internacional Eduardo Gomes, disse o major Ernesto Rodrigues. O avião, um Brasília-120, pertencia à empresa Rico Linhas Aéreas. Segundo o vice-presidente da empresa Rico, Metin Yurtsever, as causas do acidente ainda são um mistério para a companhia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.