Encontrado 17º corpo de mulher em Tamandaré

Mais um corpo de mulher foi encontrado em Almirante Tamandaré, na região metropolitana de Curitiba. Com esse, chega a 17 o número de mulheres encontradas mortas próximo à Estrada da Ribeira, entre os municípios de Almirante Tamandaré e Rio Branco do Sul, desde agosto de 1999. A polícia trabalha na identificação dos criminosos, que podem ter ligação com o tráfico de drogas, segundo a delegada de Ordem Social, Vanessa Alice, designada para acompanhar esse caso. Ela não acredita na atuação de apenas um criminoso. O corpo de Joyce Katolik Devitte, de 18 anos, que estava desaparecida desde o dia 16 de março, foi encontrado sábado em uma mata na localidade de Botiatuvinha, já em adiantado estado de putrefação. Apesar de o Instituto Médico Legal ainda não ter divulgado o laudo de necrópsia, a delegada acredita que a causa da morte permanecerá indeterminada. A maioria das mulheres encontradas naquela região foram mortas por estrangulamento ou sufocamento.A delegada disse que não foi observada violência sexual nas vítimas anteriores. O corpo de Joyce tinha praticamente as mesmas características que têm sido vistas nas outras. A moça tinha desaparecido num sábado, depois de ter ido a uma lanchonete nas proximidades de onde o corpo foi encontrado. O último corpo encontrado, antes do de Joyce, era de Maria de Lourdes Alves dos Santos, de 33 anos, no dia 5 de março. Até hoje, apenas dois rapazes foram presos, acusados de terem matado Vanessa Ekert, de 18 anos, cujo corpo foi encontrado em 17 de dezembro do ano passado. Um deles foi reconhecido por uma testemunha, enquanto o outro tinha objetos da vítima em sua casa. Eles negam a autoria, mas já foram denunciados pelo Ministério Público.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.