Encontrado corpo de 6ª vítima de queda de helicóptero na Bahia

Corpo de Marcelo Mattoso de Almeida foi achado por pescador; uma mulher segue desaparecida

Tiago Décimo, O Estado de S. Paulo

20 de junho de 2011 | 19h22

SALVADOR - O corpo do empresário Marcelo Mattoso de Almeida, de 48 anos, sexta vítima da queda do helicóptero prefixo OMO-PR no sul da Bahia, foi encontrado no fim da tarde desta segunda-feira, 20, por um pescador, a cerca de quatro quilômetros de onde a aeronave caiu, a 250 metros da Ponta de Itapororoca, no distrito de Trancoso.

 

O corpo foi resgatado por uma lancha de um amigo do empresário, que colabora com as buscas. Durante o dia, havia a suspeita de que os dois corpos que ainda estavam desaparecidos, o dele e o da empresária Jordana Kfuri Cavendish, pudessem estar dentro da cabine da aeronave, que caiu na noite de sexta-feira.

 

Segundo o capitão Jorge Cordeiro, da Capitania dos Portos de Porto Seguro, mergulhadores vasculharam os destroços, que estão a dez metros de profundidade e comunicaram não ter encontrado as vítimas. Depois, a equipe de resgate passou a especular que os corpos pudessem estar sob a cabine da aeronave, mas os destroços foram içados e os corpos não foram localizados.

 

O trabalho dos mergulhadores da Marinha está sendo auxiliado por dois navios, três lanchas e dois helicópteros. Mergulhadores particulares, contratados pela família de Almeida, também colaboram com as buscas. Dos sete ocupantes, apenas Jordana segue desaparecida. Luca Kfuri, filho da empresária, de 3 anos, foi sepultado no Cemitério São João Batista, no Rio, na noite de sábado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.