Nayara Fraga/Arquivo pessoal/Estadão.com.br
Nayara Fraga/Arquivo pessoal/Estadão.com.br

Encontrado corpo de brasileiro que caiu de um vulcão no Chile

Felipe dos Santos realizava uma excursão na área conhecida como Piedra Blanca e estava desaparecido desde quinta-feira, 1

Marina Guimarães, correspondente em Buenos Aires,

03 Março 2012 | 13h32

BUENOS AIRES - A associação de guias do vulcão chileno Villarrica e funcionários da Corporação Nacional Florestal do Chile encontraram na manhã deste sábado, às 11h15, o corpo do brasileiro Felipe dos Santos, de 28 anos, que estava desaparecido desde a última quinta-feira. A informação foi confirmada pelo conselheiro do consulado brasileiro em Santiago, Silas Leite, ao Grupo Estado. Felipe estava realizando uma excursão no vulcão, em uma área conhecida como Piedra Blanca, junto com o mexicano Rodolfo Sarovich (21), que já havia sido encontrado morto, e o chileno Guillermo Elias, também de 21 anos, que foi internado em um hospital com fraturas graves.

A equipe de resgate explicou que o corpo de Felipe foi encontrado dentro de uma fenda do vulcão a aproximadamente 2.400 metros de altura sobre o nível do mar. Ele deslizou entre 500 e 600 metros e caiu em uma fenda.

Segundo o diplomata Silas, a cônsul honorária do Brasil em Temuco, Gilka Cerqueira informou que o corpo já foi resgatado e transportado para o Instituto Médico Legal, onde será determinada a causa da morte para emissão do atestado de óbito.

Logo, o consulado vai tramitar os documentos necessários para que a família leve o corpo ao Brasil. "Calculo que esses procedimentos possam ser concluídos até segunda-feira", disse o diplomata. A família de Felipe se encontra no local, acompanhando o processo.

Felipe era técnico da Petrobrás e visitava pela segunda vez a região de Araucanía e Los Rios, 800 km ao sul de Santiago. Ele e os demais turistas tinham contratado uma empresa que está legalizada pelas autoridades chilenas. Segundo relatos dos guias, o acidente ocorreu porque um dos integrantes do grupo tropeçou e caiu arrastando o resto do grupo.

Mais conteúdo sobre:
Chileacidentevulcão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.