Encontrado corpo de outro jovem desaparecido na chuva no Rio

Depois de encontrarem pela manhã o corpo do estudante Lucian Silva dos Santos, de 16 anos, desaparecido quando brincava na enxurrada formada no temporal de terça-feira, os bombeiros encontraram o corpo de Luiz Henrique Espírito Santo, 19 anos, no Rio Acari, perto do posto de policiamento do 9.º Batalhão da Polícia Militar. Ele também havia desaparecido durante a chuva. Ao todo, já são 16 mortes oficias em conseqüência da chuva desde a última sexta-feira, quando houve a tragédia no estacionamento subterrâneo do Penha Shopping, na zona norte. A estatística de mortos, que incluía o nome de Elion Dantes, de 48 anos, foi retificada hoje pelo Corpo de Bombeiros. Outras três pessoas morreram no temporal de terça-feira: a babá Valdenice Bezerra Tavares, de 25, soterrada pela laje da casa onde morava, na Freguesia, zona oeste; Aderman Cruz da Silva, de 35, afogado, também na Freguesia, e Roberto de Azevedo Torres, de 63, soterrado em Bento Ribeiro, zona norte. O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) manteve a previsão de chuva na cidade e a Defesa Civil continua em alerta. De acordo com o Climatempo, as últimas chuvas ocorreram devido à presença de uma frente fria que se desloca em alto mar no litoral do Rio e de São Paulo e ao tempo quente e úmido. Segundo a previsão, o fim de semana será de sol e calor com pequena chance de ocorrência de chuva nos finais de tarde. A temperatura mínima nesta quinta foi de 21,3 graus no Alto da Boa Vista e a máxima, de 30,7 graus, na Praça Mauá. De acordo com o Alerta-Rio, da prefeitura, três dos cinco maiores índices pluviométricos por hora dos últimos cinco anos ocorreram no temporal de sexta. Na ocasião, foram registrados 82 milímetros na Saúde, 79,6mm em Santa Cruz e 79,2mm em Madureira.

Agencia Estado,

02 Fevereiro 2006 | 21h14

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.