Encontrado corpo de última vítima de queda de helicóptero na Bahia

Familiares reconheceram a mulher achada por populares em Porto Seguro como Jordana Kfouri

Priscila Trindade, estadão.com.br

21 de junho de 2011 | 08h17

SÃO PAULO - Foi confirmado na manhã desta terça-feira, 21, que o corpo localizado por volta de 7h na praia de Pitangueiras, na região de Porto Seguro, é mesmo de Jordana Kfuri Cavendish. A mulher era a última pessoa desaparecida após a queda de um helicóptero, na sexta-feira, em Trancoso, no sul da Bahia.

 

Segundo funcionários do Instituto Médico-Legal (IML), familiares da vítima já estiveram no local e reconheceram o corpo. O local onde o corpo foi encontrado fica a cerca de seis quilômetros de onde o helicóptero, modelo Esquilo e prefixo PR-OMO, caiu.

 

Com a confirmação da identidade de Jordana, as buscas foram oficialmente encerradas e as equipes, agora, passam a trabalhar na retirada dos destroços da aeronave.

 

Ontem, os corpos de mais duas vítimas da queda do helicóptero foram encontrados. No início da madrugada, foi resgatado o corpo da estudante Mariana Noleto, de 20 anos, namorada de Marco Antônio Cabral, filho do governador do Rio, Sérgio Cabral. No fim da tarde, um pescador encontrou o piloto, o empresário Marcelo Mattoso de Almeida, de 48.

 

Já haviam sido resgatados os corpos de Luca Kfuri de Magalhães, de 3 anos, Gabriel Kfuri, de 2 anos, e a babá deles, Norma Batista de Assunção, de 49 anos. Fernanda Kfuri, de 34 anos, foi socorrida com vida e levada para o Hospital Deputado Luís Eduardo Magalhães, mas não resistiu.

 

Acidente. O helicóptero Esquilo decolou do aeroporto da cidade com destino ao condomínio de luxo Jacumã Ocean Resort, na Fazenda Jacumã, ao norte da praia do Outeiro, ainda no distrito de Trancoso. Segundo a Força Aérea Brasileira (FAB), o voo deveria durar dez minutos. A aeronave decolou de Porto Seguro as 18h41 e deveria pousar na Fazenda Jacumã.

 

Durante o voo, o piloto não fez contato com o controle de tráfego aéreo local. A última visualização radar da aeronave ocorreu ontem às 18h57 (16 minutos após sua decolagem, a aproximadamente 23 km, em direção ao mar, com relação ao aeródromo de Porto Seguro.

 

Chovia e havia neblina no momento do acidente segundo as autoridades locais. O motivo do acidente está sendo investigado. Sete pessoas estavam a bordo da aeronave.

 

(Com Tiago Décimo, de O Estado de S.Paulo)

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.