Encontrados dois mortos no campus da UFRJ na Ilha do Fundão

Dois homens não identificados foram encontrados mortos, hoje de manhã, no campus da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), na Ilha do Fundão, zona norte. Eles apresentavam marcas de tiros na cabeça e no peito. Um deles tinha no braço esquerdo a tatuagem de uma caveira cortada por um fuzil e na mão o desenho de um crucifixo. Os policiais militares que estavam no local disseram que eles devem ser traficantes. Não foram encontradas armas. Segundo o vigilante Edson Vinhas, da empresa particular que faz a segurança da cidade universitária, um telefonema anônimo às 7h20 avisou onde estavam os corpos, na Alameda Quaresmeira, que fica atrás do prédio do Instituto de Engenharia Nuclear. Do lado esquerdo da rua há um matagal e a iluminação é precária. ?Ninguém vem para cá à noite porque é muito abandonado.? Ele disse ainda que anteontem outro homem foi encontrado morto no campus, desta vez, próximo à vila residencial dos funcionários.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.