Enfermeiro que vendia drogas em Santa Casa será processado

O juiz Francisco Orlando de Souza, da 21ª Vara Criminal Central, recebeu denúncia e instaurou processo por tráfico de drogas contra o enfermeiro Romero dos Santos, de 34 anos. Ele foi preso em flagrante quando vendia cocaína e medicamentos de uso controlado no pronto-socorro da Santa Casa de Misericórdia, no dia 30 de agosto.Em sua decisão, o juiz negou pedido de liberdade provisória do advogado do enfermeiro, Samir Haddad Júnior. De acordo com o despacho, a denúncia oferecida pelo Ministério Público possui "promissores indícios de autoria". Tráfico de drogas é crime hediondo.O magistrado marcou o interrogatório de Romero para 17 de outubro. O acusado - que era chefe de enfermagem e trabalhava havia dez anos na Santa Casa - vai afirmar ao juiz, segundo seu advogado, que é dependente de drogas. Haddad Júnior afirmou que, como parte do processo, o enfermeiro será examinado por médicos que avaliarão se ele é mesmo viciado. "Não houve a venda da droga", disse o defensor.Romero foi preso por agentes do Grupo de Atuação Especial e Repressão ao Crime Organizado (Gaeco). Romero portava e vendeu cocaína e comprimidos do calmante Diazepan - medicamento controlado - a um dos agentes por R$ 170,00. Em sua bolsa, foi encontrado um tubo com comprimidos de Diazepan.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.