Enfim, o sol aparece no litoral

Começo de ano chuvoso fez turistas apelarem para o trio shopping, baralho e aquário

Mônica Cardoso, GUARUJÁ, O Estadao de S.Paulo

07 de janeiro de 2009 | 00h00

O céu nublado pela manhã prometia mais chuvas no Guarujá, litoral sul de São Paulo. Mas os turistas que se arriscaram a ir à praia ontem tiveram, finalmente, uma boa surpresa: um dia ensolarado e o primeiro sem chuvas desde o início do ano. "Cheguei depois do réveillon e essa é a primeira vez que venho à praia com sol. O tempo está muito instável. Quando começa a chover, recolhemos nossas coisas e vamos para o apartamento jogar baralho ou passear no shopping", conta a estudante Gabriela Abruzzesi Tunes, que está dividindo um apartamento na Praia de Pitangueiras com mais sete amigas, todas do mesmo colégio em Araras, interior de São Paulo. Apesar do céu nublado da manhã, a estudante Vanessa Jacob do Amaral Vilela, de 19 anos, colocou óculos e chapéu e estava na torcida pelo sol. "Passei os últimos dias assistindo TV ou na academia do hotel", diz ela, que veio com a família de 16 pessoas de Ituiutaba, Minas.O casal de veterinários Lourival de Oliveira Júnior, de 39 anos, e Martínia, de 37, também arriscou e seguiu para as areias do Guarujá com o filho Lorenzo, de 2 anos, mesmo numa manhã de nenhum sol e muitas nuvens. "Já fomos ao shopping e ao aquário, porque criança fica inquieta dentro de casa. Não temos mais nenhum plano B", diz Lourival.Depois de tanto sol-chuva-sol, houve quem preferisse não se arriscar. A dona de casa Adriane Soler, de 40 anos, foi ao cinema com o casal de filhos e a amiga Guiomar Campos, de 54, que trouxe a neta. "Não dá para saber o tempo que vai fazer", diz. 11hO aquário ?salvou? a manhã>>Levar a família para ver tubarões, arraias e pinguins no Acquamundo, na Praia da Enseada, foi o programão dos turistas na manhã de ontem no Guarujá. O céu nublado e os chuviscos dos cinco primeiros dias do ano contribuíram para um aumento de 10% no número de visitantes no aquário. Caso do advogado Ciro Maeda Filho, de 38 anos, que levou a pequena Ana Júlia, de 3 anos. Pelo encantamento no rosto da pequena, o passeio valeu - e muito - a pena16hVitrines no lugar da paisagem>>Em dias de chuva, o shopping La Plage, em Pitangueiras, fica intransitável por conta do número de visitantes. "Nosso maior concorrente é o sol. Após as 19 horas, o movimento aumenta bastante", diz o gerente Álvaro Pita Jr. Ontem, mesmo com algum sol no fim da tarde, o lugar estava cheio, principalmente de turistas. "O shopping acaba sendo mesmo a praia do paulistano", diz a dona de casa Adriane Soler, de 40 anos, que levou os filhos ao centro de compras10hAreia com (muitas) nuvens>>O céu escuro não intimidou a família Oliveira, que veio de Goiás para descansar na areia15hO sol, afinal, apareceu no meio da tarde>>Foi só o sol aparecer um pouquinho, ontem no meio da tarde, para muita gente correr para a praia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.