PRF/Divulgação
PRF/Divulgação

Engavetamento de 11 veículos no norte de Minas deixa 8 mortos e 64 feridos

Colisão entre carros, ônibus e carretas causou incêndio que se alastrou porque um veículos carregava gás inflamável. Ao menos um dos feridos tem estado grave

Rene Moreira, Especial para O Estado

16 Julho 2018 | 13h38

Correções: 16/07/2018 | 20h21

Um engavetamento envolvendo 11 veículos deixou oito mortos e 64 feridos na manhã desta segunda-feira, 16, em Minas Gerais. O acidente, que teve entre os veículos envolvidos um ônibus e cinco carretas, foi registrado na BR-251, município de Francisco Sá, na região norte do Estado.

+ Cinco pessoas morrem em operação policial no Complexo do Alemão

Representantes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegaram a divulgar que nove pessoas teriam morrido, mas o número foi corrigo à noite pelo Corpo de Bombeiros. Até as 20h, o trabalho continuava no local, com veículos carbonizados ainda posicionados na pista, interrompendo o tráfego em ambos os sentidos. 

+ CNH Digital tem adesão de apenas 0,36% dos motoristas

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que uma das carretas transportava GLP (Gás Liquefeito de Petróleo) e pegou fogo. A partir daí outros veículos foram atingidos pelas chamas e, entre as vítimas, quatro morreram carbonizadas dentro dos carros.

Uma carreta que estava parada com defeito no acostamento da pista também foi atingida e pode ter contribuído para o acidente, mas as causas ainda serão apuradas. Dos feridos, dez tiveram de ser transferidos para Montes Claros (MG), incluindo um policial militar que teve 90% do corpo queimado e respirava por aparelhos. 

Perigo 

A BR-251, também chamada de rodovia Júlio Garcia, tem mais de 1.500 quilômetros e vai da Bahia ao Mato Grosso passando pelo norte mineiro. Motoristas relatam más condições em alguns pontos da estrada, que em janeiro deste ano foi palco de outro trágico acidente. Na ocasião, quatro veículos colidiram, deixando 13 pessoas mortas e 39 feridos.

Correções
16/07/2018 | 20h21

Versão anterior desta matéria informava que nove pessoas tinham morrido no acidente. A informação foi repassada pelo Samu, mas à noite foi corrigida pelo Corpo de Bombeiros mineiro. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.