Engenheiros são condenados por desabamento de prédio em Rio Preto

O juiz da 4ª Vara Criminal de São José do Rio Preto, Emílio Migliano Neto, determinou a execução imediata da decisão do Tribunal de Justiça, que condenou por negligência, imperícia e lesão corporal os engenheiros civis Nicanor Batista Júnior, Rui Carlos Giorgi e Ney Maciel Garcia, responsáveis pelos cálculos e execução da construção da Torre Itália, um edifício de alto padrão de 22 andares, que desabou em 16 de outubro de 1997. Os engenheiros tiveram as penas convertidas em trabalho para a comunidade. Eles foram condenados em 2002, mas recorreram da sentença. O edifício fazia parte de um complexo habitacional de luxo, formado por três torres de 22 andares cada. As outras duas torres tiveram de ser implodidas em abril de 1998. Os moradores perderam tudo e até hoje não receberam indenizações pelos prejuízos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.