''''Enquanto a população chora'''', governo vibra

Leitores mostram revolta com a comemoração inoportuna de Marco Aurélio Garcia e de assessor

O Estadao de S.Paulo

21 Julho 2007 | 00h00

"Os gestos dos ministro Marco Aurélio Garcia e do assessor de imprensa Bruno Gaspar dão a exata dimensão da preocupação do governo Lula para com o povo brasileiro." Edson Funabashi, São Paulo "A lamentável cena mostrada pelo Jornal Nacional, de Marco Aurélio Garcia e seu assecla comemorando a notícia do problema do reverso no avião da TAM, é apenas mais uma demonstração do que é o (des)governo Lula. Quanto desrespeito às pessoas que morreram e às suas famílias, quanto achincalhe, que vergonha! Estavam comemorando o quê? Duzentas vidas se foram! O que esperar de um governo em que um de seus principais representantes protagoniza uma cena triste daquelas? Em qualquer país minimamente civilizado esse senhor já teria sido demitido. Mas aqui, onde temos a dança da pizza, o relaxa e goza e tantas outras demonstrações de pouco-caso com o povo, será apenas mais um triste episódio desse não menos triste governo Lula." Domingos Spinelli, São Paulo "Enquanto o Brasil chora as vítimas do acidente do avião da TAM em Congonhas, o assessor especial de Lula comemora, com atos despudorados e obscenos, a notícia de que o avião acidentado estava com um dos reversores travado desde o dia 13. Em qualquer lugar do mundo, em qualquer governo decente, ele seria sumariamente demitido. E, para completar a cegueira do governo Lula, com o País ainda de luto pela tragédia aérea, o presidente da Anac, um dos responsáveis pelo caos aéreo que aflige a Nação, é condecorado pela Aeronáutica. Como se vê, neste governo até a incompetência é objeto de condecoração!" Adel Feres, Goiânia "Marco Aurélio Garcia, sem nenhum sentimento de solidariedade em relação à morte de quase 200 pessoas, vibra, faz gestos obscenos, ri - atitude de escárnio, pois pensa no episódio só politicamente! Ele é realmente um ?aspone?, frio, insensível, e se esquece de que, se havia algum problema mecânico, não foi só esse o responsável pela tragédia, mas também a Anac. E ?o piloto que sumiu? (Lula) apareceu preparado, treinado, emocionado para falar com o povão pela TV - para que todos acreditassem que o governo não teve culpa alguma!" Celso de Carvalho Mello, São Paulo "Ridículo e pífio, como o gesto que fez numa hora de dor e tristeza. Se digno for, deve renunciar ao cargo." José Erasmo N. Peixoto, Tatuí "Independentemente das causas do acidente, neste triste episódio, o presidente Lula revelou-se covarde e mau-caráter. Covarde porque só falou à Nação já passados vários dias da tragédia; mau-caráter porque está claramente tentando poupar a sua imagem de ?desgastes políticos?, preocupando-se apenas com o seu projeto de poder. O PT está debochando da nossa cara; está brincando de (não) governar o País. Infelizmente, estamos nas mãos de pessoas como o presidente Lula, a ?relaxa e goza? ministra do Turismo Marta Suplicy & Cia. Alfredo Sérgio Lazzareschi Neto, São Paulo "Não importa que morram duzentas pessoas no acidente com o avião, importa é que o (des)governo saia sempre de mãos limpas, no velho estilo: ?Não vi nada, não sei de nada!" Beth Costa, São Paulo "Eu vivi num tempo em que olhar para o céu era para contemplar estrelas e pensar na pessoa amada. Agora olho para ele com medo que um avião caia sobre a cabeça das pessoas!" Telma Cristina B. de Castro, São Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.