Enquete: você é a favor da redução da maioridade penal?

O brutal assassinato do casal de jovens Liana Friedenbach e Felipe Silva Caffé por um grupo que inclui um rapaz de 16 anos de idade reacendeu o debate sobre a maioridade penal. Na quinta-feira, o cardeal-arcebispo de Aparecida do Norte, dom Aloísio Lorscheider, defendeu a redução da maioridade , de forma a permitir a punição de criminosos a partir dos 16 anos de idade (contra os 18 atuais). Foi a primeira vez que uma autoridade da Igreja tomou partido nessa questão de forma aberta. Na sexta, o cardeal-arcebispo de São Paulo, dom Claudio Hummes, entrou na discussão para dizer que esse tema deve ser debatido sem emoção, com racionalidade. O tema divide as opiniões. A maioria dos juristas, no entanto, tem argumentos sólidos contra a redução da idade. O ministro Nelson Jobim, do STF, que sempre foi contra a redução, diz que essa medida tornaria ainda mais difícil a administração do sistema penitenciário brasileiro.O secretário nacional dos Direitos Humanos do Ministério da Justiça, Nilmário Mirandaa redução da maioridade penal de 18 para 16 anos da idade não resolve os problemas que envolvem os jovens infratores, pois na prática hoje eles já são penalizados com muito mais rapidez do que os adultos que cometem crimes. O Estado de S. Paulo quer ouvir sua opinião. Participe da enquete.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.