MARCOS ARCOVERDE/ESTADÃO
MARCOS ARCOVERDE/ESTADÃO

Entenda como funcionam as escolas militares no Brasil

São 13 escolas no País mantidas com verbas do Ministério da Defesa

Redação, O Estado de S.Paulo

29 de maio de 2019 | 11h17

1.Como funcionam as escolas militares? 

Os colégios militares não têm a função de formar quadros para o Exército - só uma minoria segue a carreira e quase todos vão para boas universidades. Ao Estado, o presidente Jair Bolsonaro, que é capitão da reserva, já havia afirmado que os colégios militares seriam interessantes em áreas violentas. "Existe eficiência porque existe disciplina. Hoje, qual o professor que vai tomar um celular de um aluno em aula?"

2. Quem financia as escolas militares?

As instituições são mantidas com verbas do Ministério da Defesa e têm autonomia para montar o currículo e a estrutura pedagógica.

3. Quantos colégios militares há no País? 

São 13 escolas existentes no País. Os colégios são equipados com piscinas, laboratórios de robótica e professores com salários que passam dos R$ 10 mil.

4.Como ingressar nas escolas militares?

A cada ano, milhares de jovens disputam vagas nessas instituições. Este ano, as inscrições para o concurso do Colégio Militar do Rio já estão abertas. Até agora, 2.770 alunos se inscreveram para disputar 45 vagas no 6.º ano e 15 no 1.º do ensino médio.

5. As escolas militares são mais caras?

São R$ 19 mil por estudante. Cada aluno de colégio militar custa ao País três vezes mais do que quem estuda em escola pública regular. 

6. Quantos alunos têm nas instituições militares?

Atualmente, todas as instituições do Exército juntas atendem 13.280 alunos do 6º ano do ensino fundamental ao 3º ano do médio.

7. No Brasil, quantos alunos estão matriculados no ensino básico?

O Brasil tem 17 milhões de estudantes entre o 6º ano do ensino fundamental ao 3º ano do médio.

8. Quanto o setor público investe anualmente em cada estudante do ensino básico?

O setor público investe, em média, R$ 6 mil por estudante do ensino básico anualmente. 

9. Quanto o governo iria gastar se todos os alunos de 11 a 17 anos estivessem matriculados em instituições militares? Seriam

necessários R$ 320 bilhões por ano, o triplo do orçamento do Ministério da Educação (MEC).

10. Qual é a classificação econômica dos estudantes de colégios militares?

A renda desses estudantes é classificada como "muito alta" pelo MEC, um grupo em que se inserem apenas alunos de 3% das escolas brasileiras. A classe socioeconômica é considerada por educadores como um dos fatores mais importantes para a aprendizagem, pelas influências que o aluno recebe e pelas condições de vida.

11. Qual é o perfil dos alunos dos colégios militares? 

A maioria dos estudantes dos colégios mantidos pelo Exército é filho de militar. O restante precisa fazer provas em que a concorrência chega a 270 por vaga. Na Fuvest, o curso mais disputado, Medicina, teve 135 candidatos por vaga em 2017. Em alguns lugares, como Brasília, há cursinhos preparatórios para o exame do colégio militar.

12. Qual é o custo aproximado para se ter um colégio militar por capital?

O custo aproximado para se ter um colégio militar por capital - ou seja, mais 16 escolas pelo País, com cerca de mil alunos cada - seria de R$ 300 milhões. Isso sem contar o valor que seria gasto para construção das estruturas. 

13. Qual é o plano de governo em relação a expansão dos colégios militares? 

No plano de governo Bolsonaro falava que, em dois anos, haveria "um colégio militar em todas as capitais de Estado". 

14. Em que região o presidente Jair Bolsonaro pretende fazer o maior colégio militar do Brasil?

Bolsonaro tem dito que pretende fazer "o maior colégio militar do Brasil no Campo de Marte, em São Paulo". A cidade é uma das capitais que não tem uma escola do Exército e há anos se estuda essa possibilidade na instituição.

15. Como é o desempenho dos alunos de escolas militares em avaliações nacionais?

O desempenho dos alunos das escolas do Exército em avaliações nacionais é, de fato, superior ao restante das escolas. No Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), a média é maior até do que a dos alunos de escolas particulares. O Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), principal indicador de qualidade no País, dos colégios militares é 6,5 (do 6º ao 9º ano do fundamental). O das escolas estaduais, 4,1.

16. Além do currículo tradicional, quais outras disciplinas são oferecidas no Colégio Militar do Rio? 

Na grande curricular tem também aulas eletivas, como robótica, informática, teatro e dança. 

17. Como é o uniforme dos alunos?

Os jovens usam um elaborado uniforme que lembra uma farda militar e remonta, praticamente, à fundação do colégio. As meninas podem usar saia, mas desde que ela fique abaixo do joelho, e os cabelos precisam estar presos. O uniforme deve estar sempre impecável, sob pena de perda de pontos disciplinares que podem levar à expulsão.

18. Quais são as regras do colégio militar?

Namorar é estritamente proibido dentro do colégio e também na porta. As aulas começam pontualmente às 7h, mas os alunos devem chegar às 6h40. Eles batem continência para professores. 

19. O Colégio Militar do Rio tem custo para o aluno? 

O mais antigo colégio militar do País tem uma mensalidade simbólica de cerca de R$ 260, que depende das condições socioeconômicas do aluno.

20. Como é a infraestrutura e quantos alunos tem no Colégio Militar do Rio?

O  colégio conta com 1.627 alunos, meninos e meninas. São 20 mil metros quadrados de terreno, no coração da Tijuca, um dos mais movimentados bairros da zona norte do Rio. Tem piscina, ginásio esportivo, campo de futebol, cavalos para a prática de hipismo. Os prédios mais modernos, onde ficam a maior parte das classes, dividem espaço com edificações centenárias, que estão de pé desde a inauguração, em 1889.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.